Colômbia vs Japão no Mundial Rússia 2018, José Pékerman e Akira Nishino.
Colômbia vs Japão no Mundial Rússia 2018, José Pékerman e Akira Nishino.

Esta terça-feira começando com um apetecível Colômbia vs Japão. Duas equipas que nunca ganharam um Campeonato do Mundo de futebol mas que procuram no Rússia 2018 fazer uma gracinha. Quem será que vai ganhar? Antes das apostas, tens aqui 14 coisas que tens de saber obrigatoriamente sobre este duelo. Boa leitura.

  1. A Colômbia está invicta contra o Japão (2V e 1E). No único jogo realizado num Mundial, os “Cafeteros” ganharam por 4-1, em junho de 2014. Curiosamente o último jogo do Japão no torneio;
  2. O Japão nunca venceu equipas sul-americanas num Mundial (1E e 3D);
  3. A Colômbia classificou-se para o 6º Mundial, o segundo consecutivo após não ter conseguido chegar às finais nas últimas três edições;
  4. Eles ganharam quatro jogos no último Mundial (2014), mais do que nas outras quatro aparições combinadas (3 vitórias em 13 jogos). 2014 também é a única vez que eles terminaram a fase grupos no primeiro lugar;
  5. Nenhum dos 18 jogos da Colômbia num Campeonato do Mundo acabou sem golos. Só os EUA (33) e a Áustria (29) jogaram mais jogos nesta competição sem nunca terem registrado um 0-0;
  6. O Japão classificou-se para o Mundial também pela sexta vez, alcançando assim todas as edições desde 1998.
  7. Em 1998, 2006 e 2014 ficaram-se pela fase de grupos, mas em 2002 e 2010 chegaram aos oitavos-de-final;
  8. Os japoneses só por uma vez ficaram em primeiro no seu grupo do Mundial (2002);
  9. Eles ganharam apenas dois dos últimos 11 jogos de um Campeonato do Mundo (3E e 6D) contra os Camarões e a Dinamarca, em junho de 2010. Quanto a jogos de abertura nesta competição, venceram apenas um dos cinco jogos (1E e 3D), contra os Camarões em 2010;
  10. James Rodríguez foi é o melhor marcador de sempre da a Colômbia na fase de apuramento para o Mundial, mas também fase final do mesmo estando envolvido diretamente em oito dos últimos 10 golos da sua equipe (6 golos e 2 assistências);
  11. Keisuke Honda esteve envolvido em cinco dos seis golos do Japão nos últimos dois Mundiais (3 golos e 2 assistências);
  12. Esta é o terceiro Mundial de José Pekerman como treinador, tendo chegado aos quartos-de-final em cada uma das duas últimas participações: com a Argentina em 2006 e com a Colômbia em 2014;
  13. Pekerman só perdeu um dos seus 10 jogos no torneio (7V e 2D), foi contra o Brasil nos quartos-de-final de 2014 (1-2);
  14. O Japão demitiu Vahid Halilhodzic em abril, pouco mais do que dois meses antes do Mundial Rússia 2018. O substituto é Akira Nishino que orientou o Japão no verão de 1996, aquando dos Jogos Olimpíacos não conseguindo passar da fase de grupos.