Depois do sucesso da primeira parte, aqui está a segunda sobre jogadores internacionais por Portugal, mas que quase ninguém se lembra.

Muitos já foram aqueles que vestiram a camisola das quinas, uns ficaram na memória. Outros nem tanto.

É por isso que também existe o blog da bet.pt para mostrar esta histórias do desporto, e em particular do futebol português.

Nota ainda para as escolhas deste artigo que têm como base os vossos comentários nas nossas redes sociais.

Desde já, o nosso obrigado pelo vosso feedback que é sempre importante.

Vamos às histórias? Vamos pois. Preparem.

Foram internacionais Portugal, mas que não ficaram na memória

Guarda-redes

Hilário acabou a carreira ao serviço do Chelsea

3 de Março de 2010, estreia de Hilário com a camisola de todos nós.

Fez apenas 45 minutos num particular de preparação para o Mundial da África do Sul em 2010. Triunfo luso por 2-0 sobre a China.

Paulo Santos passou pelos 3 grandes

15 de Novembro de 2006, jogo com a Irlanda do Norte e Paulo Santos joga os 90 minutos.

O resultado deste jogo foi um empate a uma bola, estávamos na caminhada para o Mundial de 2006 na “Era do Scolari”.

Defesas

Mário Silva, podia ter ido longe

Este defesa esquerdo teve uma estreia azarada pela seleção portuguesa.

Atravessava um excelente momento de forma, então ao serviço do FC Porto, e é chamado para um amigável com a Finlândia.

Derrota lusa por 4-1 na preparação para o Mundial de 2002 com Mário Silva a sair aos 46 minutos por causa de uma lesão grave. Atualmente treina o Rio Ave.

Jorge Ribeiro, o irmão do Maniche

Este canhoto, jogava preferencialmente no lugar de defesa esquerdo, mas era capaz de ocupar várias posições no mesmo corredor.

Vestiu a camisola de Portugal em 9 ocasiões. Nunca marcou.

Fez parte das caminhadas para o Mundial 2006 e Euro 2008.

Olha o Sereno

Este defesa central tem duas internacionalizações. Aconteceram na caminhada para o Mundial 2014 no Brasil.

A nossa seleção ganhou no primeiro encontro à Croácia por 1-0, a 10 de Junho de 2013. Seguindo-se o Luxemburgo, triunfo por 3-0 a 15 de Outubro do mesmo ano.

Nelson, quem nunca?

Este lateral tem no seu CV 10 internacionalizações. Jogou quase sempre em jogos amigáveis ou de qualificação.

Fica a nota para último jogo aconteceu numa derrota por 4-0 diante da França no dia 25 de Abril de 2001.

Médios

Luis Carlos , queriamos uma foto melhor, mas a Internet não tem

Nos comentários da nossa página de Facebook surgiu o nome deste canhoto.

Deu nas vistas em meia época no Salgueiros e em Janeiro de 1998 foi para o Benfica.

Fez 44 minutos num amigável com Moçambique no dia 19 de Agosto de 1998. Triunfo luso por 2-1.

César Peixoto, alguém que ganhou tudo em termo de clubes

Estávamos a 20 de Novembro de 2008 e o César Peixoto estreava-se por Portugal num derrota por 6-2 com o Brasil. Jogou os últimos 6 desta partida.

O atualmnte treinador do Olympiakos, Pedro Martins

Este antigo médio fez apenas um jogo pela seleção A de Portugal. O adversário foi a Irlanda do Norte e o resultado deu num nulo.

Jogou 29 minutos e viu um cartão amarelo num jogo a contar para a qualificação do Mundial de 1998, no dia 29 de Março de 1997.

Dono de um pontapé durão, eis o Barroso

Um minuto apenas jogado no amigável com o Canadá a 26 de Janeiro de 1995, valeu a este antigo médio a única internacionalização na sua carreira.

João Rafael dos Santos, mais conhecido por Skoda

Este médio algarvio participou num jogo com a seleção de Malta em 1988, tendo jogado apenas 8 minutos. Este encontrou ficou empatado a duas bolas.

Avançados

Reinaldo, fez muito furor fora dos relvados nos anos 80…

Este avançado somou 6 internacionalizações por Portugal tendo marcado apenas um golo. A vitima foi a Áustria.

Hélder Barbosa, joga atualmente no Hatayspor da Turquia

14 de Novembro de 2012, jogo amigável com o Gabão. Hélder Barbosa jogou 11 minutos num encontrou que acabou empatado a duas bolas.