Marega e Slimani estão na CAN
Marega e Slimani estão na CAN

A Taça das Nações Africanas de 2019, mais conhecida por CAN, já vai na 32ª edição e é mais uma vez organizada pela Confederação Africana de Futebol (CAF). A competição conta, pela primeira vez, com 24 seleções e irá decorrer 21 de Junho e 19 de Julho.

A bet.pt para além das habituais apostas, irá transmirtir todos os jogos da CAN 2019 em Livestream.

A CAN está a decorrer no Egipto depois dos problemas que aocntecer nos Camarões – país que iria receber esta competição.

Vamos então falar dos jogadores “Portugueses” que estão na CAN. Estes atletas jogaram ou estão a jogar em clubes portugueses. Como há fortes ligações históricas entre Portugal e África, aqui na bet.pt pensamos em fazer este artigo para nos lembrarmos destes artistas da bola que agora brilham na CAN 2019.

No Grupo A, temos as seleções do Egito, Uganda, República Democrática do Congo e Zimbabué.

O egípcio Aly Ghazal esteve ao serviço do Feirense na época que findou.

Neste grupo temos a defender o Egito: Aly Ghazal que jogou entre 2012 e 2016 no Nacional da Madeira e no Feirense na última temporada. E ainda Marwan Mohsen que vestiu a camisola do Gil Vicente (2014/15). Hassan jogou no Rio Ave entre 2011 e 2015, e no Braga entre 2015 e 2018.

No Uganda há William Kizito que entre 2012 e 2017 defendeu o Leixões, Sporting da Covilhã, Rio Ave e Feirense.

Mbemba, atualmente ao serviço do FC Porto, está na CAN a defender a República Democrática do Congo.

No Grupo B, fazem parte Madagáscar, Nigéria, Guiné (Conacri) e Burundi.

Chidozie em Portugal jogou no FC Porto

Na Nigéria temos Shehu que esteve no União da Madeira em 2015/16, Chidozie que ainda está ligado ao FC Porto, Peter Etebo que passou pelo Feirense 2015 e 2017. Já Ogu vestiu a camisola de vários clubes como o Altético, União de Leiria e Académica.

Cédric Amissi passou na União da Madeira na época 2016/17 enquanto Chrisn Dwarugia também jogou no mesmo clube e está atualmente no Amora.

A defender a Guiné (Conacri) está o Boubacar Fofana que passou por clubes em Portugal como Pinhalnovense, Praiense, Gondomar, Tondela, Nacional e Moreirense.

Slimani que passou pelo Sporting está ao serviço da Argélia

O Grupo C é constituído por Argélia, Senegal, Quénia e Tanzânia.

Halliche atualmente no Moreirense, mas que já jogou no Nacional e na Académica faz parte dos três jogadores que passaram por Portugal e estão na CAN ao serviço da Argélia. Os outros dois, são Brahimi (que saiu agora do FC Porto) e Slimani que jogou no Sporting.

Marrocos, África do Sul, Costa do Marfim e Namíbia fazem o Grupo D.

Manuel da Costa fez parte das seleções jovens de Portugal, mas agora defende Marrocos.

Da África do Sul temos Zungu jogou no Vitória de Guimarães entre 2016 e 2018 e ainda Daniel Cardoso que nunca jogou em Portugal, mas tem passaporte luso. Uma curiosidade da CAN.

Na Costa do Marfim temos Seri que passou entre 2012 e 2015 pelo FC Porto, mas também pelo Paços de Ferreira. Depois rumou ao Nice, em França, e agora está ligado ao Fulham. Por fim, falamos do já citado Manuel da Costa que em Portugal jogou no Nacional da Madeira.

No Grupo E, onde há Mali, Tunísia, Angola e a Mauritânia há muitos “portugueses”.

No Mali também um contingente interessante de craques. Marega, jogador do FC Porto é o mais conhecido. Mas também temos Diaby do Sporting, Sacko do Vitória de Guimarães e Kiki Kouyaté que se formou nos leões. Adamanoss Traoré jogou no Rio Ave na época 2016/17.

Fredy está a jogar por Angola

Angola tem Wilson Gaspar, formado no Boavista, tendo passado no Pasteleira, Candal, Ribeirão, Lousada e Vizela. Bruno Gaspar atualmente no Sporting, já passou pela formação do Benfica e jogou no Vitória de Guimarães. Jonathan Buatu jogou no Rio Ave. O avançado Mateus a jogar no Boavista, já teve passagens pelo Gil Vicente, Casa Pia, Nacioanl, Arouca, entre outros.

Stélvio Cruz foi formado em Braga. Djalma formou-se no Loures, tendo passado depois por Marítimo e FC Porto. Fredy no Belenenses. Gelson Dala jogou no Sporting e no Rio Ave.

Wilson Eduardo está agora ao serviço do Braga, mas dividiu a formação entre FC Porto e Sporting. Resta dizer que já vestiu a camisola de clubes como o Portimonense, Olhanense, Beira-Mar ou Académica. Já Evandro, formado no Benfica, pasosu por clubes como o Fátima, Gondomar, Olhanense, Tondela, Fafe, Leixões ou Benfica de Castelo Branco.

Chegámos ao último conjunto – o Grupo F, com Camarões, Gana, Benim e Guiné-Bissau. Dizer que todas as seleções têm jogadores que passaram ou estão em Portugal. Encham esses pulmões de ar porque vai ser longa a lista.

Pelé está ao serviço da Guiné nesta edição da CAN

Nos Camarões temos Joyskim Dawa que vestiu a camisola do Gil Vicente entre 2015 e 2017. Enquanto Joel alinhou no Marítimo nas duas últimas temporadas.

No Gana há Lumor que passou pelo Portimonense e pelo Sporting. Já Atsu que jogou no FC Porto e no Rio Ave, está agora na CAN.

Fabien Farnolle jogou no Vitória de Setúbal na época 2005/06. Moise Adilehan passou pela formação do FC Porto enquanto Emmanuel Imorou jogou em 2011 no Braga. A época 2011/12, Djiman Koukou passou pelo Beira-Mar e pelo Belenenses.

Da Guiné temos muita gente com passagem por Portugal. Jonas Mendes pelo Académico de Viseu. Rui Dabó no Fabril do Barreiro. Juary Soares no Mafra. Nanú no Marítimo. Mamadu Candé no Santa Clara. Wadjack Cassamá no Rio Ave. João Jaquité no Tondela. Bura no Aves. Moreto Lassamá está a evoluir no FC Porto. Pelé (na imagem acima) jogou no Belenenses, Olhanense, Paços de Ferreira, Feirense e Rio Ave. Zezinho formou-se no Sporting. Sori Mané está no Cova da Piedade. Mama Baldé na Académica. Romário Baldé pasosu também pela Académica, Estrela da Amadora, Benfica e Tondela.

Toni Silva passou pelo Benfica e pela União da Madeira em 2015/16.. Frédéric Mendy tem história no Vitória de Setúbal, Estoril, União da Madeira e Moreirense. Piqueti alinhou pelo Benfica, Gil Viente, Maritimo e Académica de Coimbra. Já Jorge Intima jogou no Arouca e no Chaves.