18 anos depois o Farense está de volta ao principal escalão do futebol português.

Momento mais do que oportuno para a bet.pt recordar um pouco deste clube que chegou a ir a uma final da Taça de Portugal com Estrela da Amadora.

Sem esquecer a participação na Taça UEFA nos anos 90.

Hassan

Hassan
Hassan

Mítico goleador marroquino teve duas passagens pelo gigante de Faro.

A primeira aconteceu entre 1992 e 1995, onde encantou tudo e todos.

Transferiu-se depois para o Benfica, onde foi pouco feliz durante duas épocas.

Regressou até terminar a carreira em 2003/04, mas sempre de pé quente.

Fez um total de 97 golos em 242 jogos.

Paco Fortes

Paco Fortes

Este antigo avançado espanhol também treinou durante largos anos o Farense.

Primeiro como jogador. Jogou pelo emblema de Faro entre 1984 e 1989. Marcou alguns golos e ficou conhecido pela sua raça e poder influenciar os seus colegas. Antes havia passado por Barcelona, Málaga, Espanyol e Valladolid.

Em 1989 começa a sua carreira como treinador também no Farense. Por aí ficou até 1999. Voltou novamente entre 2001 e 2003, mas sem grande sucesso.

Foi a partir desta altura que o clube caiu nas divisões inferiores por causa de graves problemas financeiros.

Peter Rufai

Peter Rufai

Guarda-redes internacional pela Nigéria fez as delícias dos amantes do futebol durante 2 épocas e meia (67 jogos) no SCF.

Nota ainda para quem o veio substituir. Marco Aurélio, guardião brasileiro que defendeu durante muitos anos a baliza do Belenenses.

Carlos Costa

Carlos Costa

Poder ter nome de Governador do Banco de Portugal, mas foi um histórico jogador e capitão deste clube durante 10 anos.

Entre 1995 e 2005 fez 270 jogos e fez balançar as redes contrárias em 23 ocasiões.

Pitico

Pitico num jogo com o Sporting

Entre 1988 e 1994 este extremo brasileiro fez vários jogos, golos e assistências que valeram pontos e momentos altos neste histórico clube algarvio.

Foram 168 jogos e 23 golos para a história.

Marco Nuno

Natural de Monte Gordo, vestiu a camisola dos leões de Faro entre 1995 e 2001 tendo feito 19 golos em 163 encontros disputados.

Djukic

31 golos em 186 jogos. Pode não ter sido dos maiores goleadores deste clube nem tão pouco do nosso futebol. Mas os que marcou foram importantes.

Como foi o empate com o Sporting em Janeiro de 1995 ou a vitória por 1-0 diante do Rio Ave que evitou a descida de divisão em 1997/98.

Eugénio

Este lateral direito teve duas passagens pelo clube. A primeira entre 1988 e 1992, com descida, subida e Jamor pelo meio.

A segunda aconteceu entre 1995 e 2000. Jogou a eliminatória com o Lyon na Taça UEFA e as permanências em 1997/98 e 1999/2000.

Hajry

Em 1987 chega a Portugal para representar o Benfica, mas não vinga.

Muda-se para Faro até o clube descer de divisão e parte para o União da Madeira.

Regressa em 1990 ao São Luís para jogar mais 10 anos, sempre ana 1ª Liga. Ajudando o clube a atingir bons lugares.

Miguel Seródio

Miguel Seródio

Este defesa teve duas passagens por este clube. A primeira entre 1990 e 1995, onde se envolveu na qualificação para a Taça UEFA.

Em 96/97 regressa com menor sucesso, mas ainda assim não deixou de ser importante.

Helcinho

Este médio brasileiro jogou no emblema algarvio entre 1994 e 1997, tendo realizado 77 jogos e marcado 4 golos.

Carlos Paixão

Entre 1993 e 1999 teve a sua primeira passagens pelos algarvios tendo-se fixado na defesa deste clube.

Jogou depois em outros clubes como a Naval ou o Imortal.

Regressou em 2003/04, mas com pouco sucesso. Para a história ficam 145 jogos e apenas um golo marcado.

Uma foto da equipa que enfrentou o Lyon na Taça UEFA

É provável que nos tenhamos esquecido de alguns nomes. Se for caso disso, partilhem connosco as vossas memórias do Farense nos comentários das nossas redes sociais. Teremos todos o gosto em receber esse feedback.