O futebol português está recheado de histórias e que histórias.

Neste artigo seleccionamos 11 momentos que podiam ser muitos mais, mesmo. E até outras.

O futebol tem destas coisas.

Como na na bet.pt adoram receber feedback.

Esperamos receber o teu comentário nas nossas redes sociais sobre quais foram os momentos do futebol nacional que te marcaram e porquê.

11 momentos do futebol português

A conquista do Euro 2016

Obrigado para sempre Éder

Ainda arrepia e emociona este momento, não é? Portugal foi campeão europeu em 2016.

Na final contra a França, um osso histórico e duro de roer, Portugal venceu graças a um golo do improvável Éder.

Não conhecemos o Éder, mas se algum dia ele ler isto ou alguém que o conheça mostrar estas palavras. Obrigado.

O xeque-mate do Boavista campeão

Aconteceu na época 2000/2001

O treinador era Jaime Pacheco e havia jogadores que se tornaram lendas.

Falamos do Martelinho, os guarda-redes Ricardo e William. Sem esquecer o Litos, Pedro Emanuel, Petit, Erwin Sanchez ou o Duda e o Elpídio SIlva.

Há ainda Jorge Silva, Erivan, Rui Óscar, Frechaut ou Jorge Couto.

Para a história ficam os números do campeonato. 34 jogos, 23 triunfos, 8 empates e apenas 3 derrotas. 63 golos marcados e a melhor defesa com 22 sofridos. É obra e história!

O azul do Belenenses foi o limite

Belenenses campeão na época 1945/1946

Os azuis de Lisboa também foram campeões e têm um passado vitorioso.

Tantos anos a ficar com o 2º lugar que algum dia tinha que o ganhar e isso aconteceu em 1946.

Podíamos também falar dos Campeonatos de Portugal, das Taças de Portugal e até dos Campeonatos de Lisboa que nos anos 20 e 30 tiveram grande importância.

Para a história fica Augusto Silva. Primeiro treinador português de sempre a ganhar o título de campeão no Campeonato Nacional da 1ª divisão. Hoje conhecido como Liga NOS.

Destacamos ainda jogadores como Artur Quaresma, Mariano Amaro (capitão), Serafim das Neves, Vasco Oliveira, Armando, Feliciano, Francisco Gomes, António Capela, Rafael Correia, Manuel Andrade, José Pedro, Elói, Mário Coelho, José Sério, Francisco Martins, Mário Sério e António Martinho.

A título de curiosidade. No ano seguinte, o Belenenses foi o convidado do Real Madrid para a inauguração do Estádio Santiago Bernabéu.

Vejam bem o impacto que isto teve na época. É história do futebol!

Penta campeão!

Até aos dias de hoje um feito inédito em Portugal!

O video resume alguns momentos vividos pelos azuis e brancos nestes anos.

130 vitórias, 26 empates e apenas 14 derrotas entre 1994 e 1999 foram os impressionantes números do FC Porto na conquistas destes 5 títulos.

Os treinadores foram 3. Bobby Robson, António Oliveira e Fernando Santos.

Já os jogadores foram 68. Vítor Baía, Emerson, Aloísio, João Pinto, Paulinho Santos, Secretário, José Carlos, Domingos, Kulkov, Folha, Rui Barros, Yuran, Drulovic, Rui Jorge, Jorge Costa, Latapy, Jorge Couto, Baroni, Bandeirinha, António André, Kostadinov, Semedo, Cândido, Rui Filipe, Jaime Magalhães, Vítor Nóvoa, Edmilson, Lipcsei, João Manuel Pinto, Bino, Quinzinho, Lars Eriksson, Matias, Mielcarski, Silvino, Jorge Silva, Jardel, Zahovic, Sérgio Conceição, Barroso, Artur, Fernando Mendes, Hilário, Wozniak, Wetl, Lula, Buturovic, Costa, Rui Óscar, Alejandro Díaz, Rui Correia, Capucho, Doriva, Chippo, Gaspar, Kenedy, Neves, Costinha, Peixe, Chainho, Esquerdinha, Kralj, Deco, Panduru, Nélson, Ricardo Carvalho, Féher e Carlos Manuel.

Duas Champions para os Encarnados

Final da Liga dos Campeões 1960/1961
Final da Liga dos Campeões 1961/1962

Após 5 anos de domínio do Real Madrid, o Benfica conseguiu tirar o título de campeão europeu de clubes aos “merengues”.

O troféu mudou-se de uma capital ibérica para outra após um a final em Berna. Sandor Kocsis e Zoltán Czibor marcaram para o Barcelona.

José Águas e Mário Coluna também marcaram para a formação treinada, na altura, por Bela Guttmann. Soma-se ainda um golo de Antonio Ramallets na própria baliza que deu esta taça às águias.

No ano seguinte começava com Ferenc Puskás a assinar o seu segundo “hat-trick” em finais da prova pelo Real Madrid.

Porém apareceu o Eusébio, que com 2 golos em Amesterdão ajudou o Benfica a alcançar o segundo troféu.

O Real que tinha ainda Alfredo Di Stéfano perdeu com os encarnados que 5-3.

Coluna, Cavém e José Águas fizeram os outros golos da equipa lusa.

Final da Liga Europa à portuguesa

Na final da edição da Liga Europa 2010/2011 FC Porto e SC Braga encontraram-se em Dublin.

O resultado final foi o triunfo dos Dragões graças a um golo de Falcão que respondeu incrivelmente de cabeça a um cruzamento de belo efeito do Guarin.

Para a história fica também a primeira final europeia de sempre entre duas equipas tugas.

O Porto do Mourinho

Que dizer destas duas épocas de sonho do José Mourinho que entrou no FC Porto para substituir Otávio Machado e afirmar que na época sgeuinte seria campeão?

Prometeu e cumpriu.

Mas também foi mais além do que isso e ganhou a Taça UEFA e a Liga dos Campeões.

A nível nacional arrecadou tudo: Supertaça, Taça de Portugal e dois campeonatos.

Deixamos dois vídeos dessas finais europeias tremendas.

A final de Sevilha, FC Porto 3 vs Celtic 2 na época 2002/2003
Na época seguinte, 2003/2004 FC Porto 3 vs Mónaco 0

Moreirense ganhou a Taça da Liga

SC Braga 0 vs Moreirense 1

Que conquista épica por parte do Moreirense. Ficou no 1º lugar num grupo em que o FC Porto deixou-se ficar no 4º e último lugar.

Nas meias-finais venceu o SL Benfica por uns impressionantes 3-1.

Na final encontrou o SC Braga e ganhou por 1-0.

Beira-Mar vs SC Campomaiorense no Jamor

Beira-Mar 1 vs Campomaiorense 0

16 de Junho de 1999, no Estádio Nacional do Jamor, a final da Taça de Portugal jogava-se entre o Sport Clube Beira-Mar, de Aveiro e o Sporting Clube Campomaiorense, de Campo Maior.

O resultado da final foi 1-0 para o Beira-Mar, com um golo do Ricardo Sousa.

Os aveirenses na época seguinte participam na Taça UEFA.

Por estapafúrdio que vos possa parecer disputavam também o campeonato da 2ª divisão em Portugal.

E o Arouca?

O FC de Arouca foi fundado a 25 de dezembro de 1952 e fica localizado na vila de Arouca, freguesia da União das Freguesias de Arouca e Burgo, concelho de Arouca.

E olhando para a sua história estamos perante um campeão distrital crónico.

Em 2000/01 tudo muda e pela primeira sagra-se campeão.

Foi a vez de subir à 3ª Divisão. Competindo na Série C.

Voltou a descer para jogar no escalão da 1ª Divisão da Associação de Aveiro.

Os anos seguintes passou entre subidas e descidas.

Até que em 2009/10, compete na II Divisão B-Zona Centro onde é primeiro. A partir daqui é sempre a subir até à 1ª Liga em 2013/14.

Nessa época conquista um 12.º Lugar, um bom lugar para um recente estreante, nestas andanças.

Na época de 2014/15, um 16.º lugar, foi um lugar suficiente para marcar presença pela terceira vez consecutiva no escalão máximo da modalidade em Portugal. Em 2015/16 conquista um lugar de acesso nas pré-eliminatórias da Liga Europa.

Atualmente lidera a Série B do Campeonato de Portugal. Será que em breve regressa ao topo do futebol luso?

Durante a subida aos campeonatos profissionais, Jorge Gabriel. Sim, o apresentador de televisão treinou esta equipa. Notável.

Leixões power by Carlos Carvalhal

Leixões 0 vs Sporting CP 1

Jardel fez o golo que deu a Taça aos leões em 2001/2002 no Jamor.

Do outro lado, uma equipa vinda de Matosinhos que jogava na 3ª divisão nacional orientada por Carlos Carvalhal.

Nunca antes uma equipa deste escalão tinha estado na final da Taça de Portugal.

Aqui na bet.pt ficamos à espera das tuas opiniões sobre os momentos do futebol português que ainda hoje guardas na memória.

Obrigado por estares a ler este artigo.