Bernardo Silva foi o último português a entrar no top de jogadores à corrida da bola de ouro
Bernardo Silva foi o último português a entrar no top de jogadores à corrida da bola de ouro

Em dezembro de cada ano, ficamos sempre a conhecer quem é que ganhou a bola de ouro para o melhor jogador do ano.

Em 2019, foi o astro argentino Messi a ganhar este prémio. Pela sexta vez na sua carreira.

Já o português Cristiano Ronaldo ficou no segundo lugar, tendo até agora arrecadado 5 bolas.

E é sem dúvida, o futebolista luso com mais destaque de sempre em todo o mundo.

Porém, neste mesmo ano de 2019, Bernardo Silva também merece destaque ao entrar para o top 10 – 9º lugar.

Desta forma, o número 20 do Manchester CIty tornou-se no 11º português a figurar no top 10 da “corrida” à bola de ouro.

Sabes quem são os outros 10 portugueses?

A bet.pt dá-te a conhecer estas lendas do futebol luso.

Bernardo Silva – É o mais recente nome a entrar para o top 10 da Bola de Ouro. Após conquistar tudo internamente com o Manchester City e de vencer a Liga das Nações por Portugal, o canhoto ficou no 9º posto da lista para o melhor jogador do mundo em 2019.
Cristiano Ronaldo – É o jogador português com mais bolas de ouro: 5! Venceu a primeira em 2008. Voltou a ser o melhor do mundo em 2013, 2014, 2016 e 2017. Desde de 2008, só não ficou no top 3 em 2010.
Pepe – Depois de ter dados nas vistas no Marítimo e brilhado no FC Porto, naturalizou-se português e é pedra balizar de Portugal. Depois do Euro2016, o central ficou no 9º lugar para melhor do mundo.
Deco – O mágico que levou o FC Porto ao título de campeão europeu em 20004, ficou no segundo lugar atrás do avançado ucraniano Shevchenko. Na altura brilhava no AC Milão.
Ricardo Carvalho – Em 2004. o defesa central foi o 9º melhor para a revista France Football. Muito por culpa do sucesso europeu do FC Porto.
Figo – Em 1995 deixou o Sporting para se mudar para o Barcelona para, quatro anos depois, terminar como o 5º melhor do mundo. Em 2000, venceu a segunda Bola de Ouro da história do futebol português. No ano seguinte, acabou em sexto.
Paulo Futre – Em 1987, ficou NO 2º lugar a escassos 15 pontos de Ruud Gullit. Passou pelos 3 grandes, tornou-se numa lenda do Atlético de Madrid e pela seleção alcançou 41 internacionalizações, marcando em sete ocasiões.

Os primeiros

Chalana – Em 1983/84 foi no 5º lugar para melhor do mundo para a France Football. Neste ano foi que Platini ganhou o prémio d emelhor do mundo.
Eusébio – O Pantera Negra foi o primeiro português a conquistar a Bola de Ouro. Depois do quarto e quinto lugar, respetivamente, em 1963 e 1964, mas foi em 1965 que conquistou este troféu pela única vez. Em 1966 ficou em 2º lugar, a um ponto de Bobby Charlton, em 1967 terminou em quinto, um ano depois no 8º posto e depois esteve alguns anos ausente do top 10. Em 1973 regressa com o sétimo lugar.
José Torres – Também ficou no 10º lugar em 1966 ficou o Bom Gigante. Após uma época, onde realizou 30 jogos e 22 golos pelas águias.
José Águas – Foi o primeiro português a figurar no top 10 da Bola de Ouro. Em 1961, o avançado do Benfica apareceu no 10º lugar da lista, depois de uma época em que conquistou a Taça dos Campeões Europeus. Marcando 43 golos em 33 jogos. Com a equipa das quina fez 11 golos em 25 internacionalizações.