Cristiano Ronaldo na Juventus
Cristiano Ronaldo na Juventus

Com a chegada do melhor jogador do mundo, as ações em bolsa da Juventus dispararem em flecha! Mais do que enriquecer o clube de Turim, Cristiano Ronaldo pode ajudar a transformar futebol na Itália. Ah saudades daqueles loucos anos 90!

Fizeram-se as contas, e no dia em que a transferência foi anunciada ao mundo as ações valorizavam quase 6% e tinham um valor de 0,90 euros – tornou-se num novo máximo no último ano para o emblema italiano.

Juventus em bolsa, com o pico a fazer-se notar no dia da oficilização da contratação Juventus em bolsa, com o pico a fazer-se notar no dia da oficialização da contratação

Em suma, são mais de 200 Milhões de euros que a Veccia Signora já ganhou com a vinda do novo dono da camisola 7. o valor de mercado da Juventus neste momento é superior a 850 milhões de euros. Isto dá a ideia que os 112 Milhões de euros foram um preço de saldo! Isto nem o El Corte Inglês fazia num verão quente…

Como é dividido o negócio?

CR7 custou 100 M€ à Juventus mas temos que acrescentar o acordo do regulamento de transferências da FIFA, que significa que os italianos terão de pagar cinco Milhões, o equivalente a 5% do valor de transferência, aos clubes pelos quais o jogador passou entre os 12 e os 23 anos.

O Nacional terá direito a 0,25% ou seja, 250 mil euros, enquanto o Sporting, no qual o avançado esteve seis épocas, tem direito a 0,25% por cada uma das três primeiras e 0,5% por cada uma as restantes, totalizando 2,25 M€. O Manchester United, para onde se transferiu em 2003 por 15 ME, vai receber os restantes 2,5 ME do mecanismo de solidariedade, depois de ter cedido os direitos de Cristiano Ronaldo ao Real Madrid, em 2009, por 94 M€. Dessa transferência, o Sporting encaixou 2,4 M€. Os outros 7 Milhões servem para pagar encargos associados a toda esta operação. Estamos a falar da transferência mais cara do futebol italiano, depois da Juventus ter contratado o avançado argentino Higuain ao Nápoles, por 90 M€.

CR7 terá impacto imediato?

A resposta é óbvia. A consultoria KPMG estima que a chegada do craque deva render um aumento entre 100 milhões e 130 milhões de euros nas receitas da equipa já nesta época. O que seria um grande salto para o clube que é apenas o décimo mais rico do mundo, de acordo com um levantamento da consultoria Deloitte, onde a faturação ronda os 405 M€. O maior de todos é o Manchester United com receitas a rondar os 680 M€ no ano passado.

Cristiano Ronaldo vai ser o sétimo português a juntar-se ao clube de Turim, depois de Rui Barros, Paulo Sousa, Dimas, Jorge Andrade, Tiago e João Cancelo, contratado neste defeso ao Valência. Aos 33 anos, o capitão da seleção portuguesa vai defender o quarto clube na carreira, depois de Sporting (2002/03), Manchester United (2003/04 a 2008/09) e Real Madrid (2009/10 a 2017/18). Ronaldo tem cinco Bola de Ouro (2008, 2013, 2014, 2016 e 2017), e ao serviço do clube merengue conquistou quatro Ligas dos Campeões, duas Mundiais de Clubes, duas Supertaças Europeias, duas La Liga, duas Taças do Rei e duas Supertaças de Espanha.

Quanto vai receber o Ronaldo nos 4 anos de contrato?

120.000.000 € em 4 anos;

30.000.000 € por ano;

2.500.000 € por mês;

625.000 € por semana;

89.285 € por dia;

3.720 € por hora;

62.39 € por minuto;

1.03 € por segundo.

E a nossa reação a todo este negócio é esta…