Ora o primeiro jogador da história dos Mundiais de futebol a usar peruca foi Borislav Mihaylov. Quem? Não sabes? A bet.pt explica. Trata-se do antigo guarda-redes da Bulgária que no Mundial dos Estados Unidos da América, em 1994, apareceu com um visual diferente daquele que tinha habituado os adeptos de futebol até então.

Borislav Mihaylov num duelo com o sueco Henrik Larsson

A peruca!? Foi uma oferta de um amigo, que certo dia lhe disse que “era bonito de mais para aos 30 anos estar completamente calvo”. Mihaylov que na altura jogava em França, ficou sensibilizado com o gesto e começou a usar para experimentar.

Talvez por mera coincidência ou sorte, desde que Mihaylov iniciou o uso de tal adereço a sua seleção – a Bulgária, melhorou as prestações. A primeira vítima foi a França, que ficou de fora do Mundial 1994 muito por culpa de um golo, nos últimos minutos, de Kostadinov.

Sobre o percurso neste Mundial dos EUA em 1994, a Bulgária registou a sua primeira vitoria na história desta competição depois de um mau arranque – derrota por 3-0 diante da Nigéria. Ficou ainda na memória de todos por ter vencido a Argentina de Maradona, Simeone, Batistuta ou Caniggia entre outros, por ter eliminado nos oitavos de final o México do folclórico guarda-redes Jorge Campos e logo depois a Alemanha de Lothar Mattaus. Esta equipa acabaria por ficar fora do pódio depois de perder 4-0 com a Suécia no jogo de atribuição do 3º lugar e por ter perdido na semifinal com a Itália de Roberto Baggio.

Bulgária, um paraíso capilar

Sobre as quedas da peruca, não há registo que tenha caído em nenhum jogo do Mundial americano nem há registo que tal tenha acontecido nos anos seguintes. Aliás, ainda hoje, já com 55 anos, Borislav Mihaylov continua a usar peruca. A nível profissional ocupa o cargo de presidente da federação búlgara de futebol.

Quanto a demonstrações capilares futuristas, a marca da Bulgária não se ficou só por aqui. Também os cabelos longos de Ivanov e a atrevida careca de Yordan Lechkov tornaram-se imortais para a história dos mundiais de futebol. Vamos ver quais serão as tendências capilares deste Mundial 2018, que se irá disputar na Rússia.

O avançado italiano Roberto Baggio em evidência numa remate à baliza do guarda-redes bulgaro Borislav Mihaylov num lance com o defesa Trifon Ivanov.